PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quarta-feira, 11 de junho de 2014

“Eu te amo meu Brasil, eu te amo”



Alguém se lembra dessa marchinha no final da década de 60, com música de Don e Ravel e interpretada pelo grupo paulista Os Incríveis? Caiu que nem uma luva para o governo ditatorial brasileiro.



Pois bem, parece que o governo petista usa a mesma estratégia. Em pronunciamento a nação a presidente Dilma criticou, veementemente, a grande massa de brasileiros que criticam o mundial no Brasil, chamando-os da turma do “não vai ter copa”.



O problema não é esse minha cara. O problema foram os bilhões gastos com dinheiro do povo para construir estádios modernos em detrimento de uma péssima qualidade na saúde, segurança e educação.

"Tem gente que alega que os recursos da Copa deveriam ter sido aplicados na saúde e na educação. Escuto e respeito essas opiniões, mas não concordo com elas. Trata-se de um falso dilema", Dilma Roussef.



O problema são os superfaturamentos das obras e um país que não tem condições de arcar com um mega evento dessa envergadura. Embora a presidenta minta descaradamente, as estruturas ainda estão inacabadas e a mobilidade urbana, tão anunciada anteriormente, findou em canteiro de obras, e outras nem sequer saíram do papel.



Pela nossa seleção todo mundo torce, o problema é a seleção que está no poder e que se diz defensora dos pobres. Vão fazer uma festa pros ricos, com dinheiro dos pobres, no afã de mostrar aos gringos um país de mentirinha.

Nenhum comentário: