PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Curtas



Oposição animada – Depois da passagem de Robson Faria por Alexandria a oposição está animada. Grantem vitória até na terrinha. Já virou jargão na boca da oposição alexandriense: “Henrique é ruim de voto.”

E o IFRN de Alexandria? – A mais de cinco anos que o PT de Alexandria comemorou com uma caminhada pela cidade a garantia de que os recursos para construção do IFRN em já estavam assegurados por Fátima Bezerra (PT). Até agora nada. Não sei se a candidata ao senado lembrou disso no palanque sexta-feira passada. Não brinquem em serviço, quem vai terminar trazendo o IFRN para Alexandria será Henrique Alves. Olhem o que eu estou dizendo.

Força política – Ninguém se engane, Henrique tem muita força política junto ao governo federal. Ouvi de um bigode grosso da política na terrinha que o prefeito Nei Rossatto sonha com isso. A vinda do IFRN pelas mãos de Henrique, para ele, seria um marco, já que foi no governo de seu adversário político Alberto Patrício que o Núcleo da UERN veio para Alexandria.

Ninguém deixa passar nada – A primeira Dama Rossania Rossatto organizou mais uma festinha social. A exemplo do ano passado. Até uma moto 0km foi sorteada entre os pais. Mas, já surgem comentários de que a primeira dama está também promovendo a sua imagem para 2014, pois está sempre a frente dos eventos. Eu concordo que ela seria um nome a ser indicado pelo prefeito Nei Rossatto, mas fica a pergunta: ela pode ser candidata? Como diria os mais chegados: deixem a mulher trabalhar.

Cristal quebrado – Chegou ao blog através de um amigo que em uma roda de conversa este final de semana o ex-prefeito Alberto Patrício foi indagado porque não havia cedido o seu apoio ao candidato Henrique Alves, já que ele mesmo dizia que foram Henrique e Garibaldi quem mais fizeram por Alexandria. Alberto teria dito que os Alves foram covardes com ele. Essa pessoa teria indagado se o ex-prefeito não estaria sendo incoerente, pondo em primeiro lugar uma questão política sobre os interesses coletivos.

Cristal quebrado II – Não seria o contrário? Quem desprezou o nome dado como certo do PMDB, Antonio Pires, para ser o candidato da situação nas eleições passadas foi o próprio Alberto quando prefeito, escolhendo Jania Fernandes. Isolado, o PMDB local foi para oposição. Consequentemente depois da vitória de Nei Rossatto, veio Henrique e Garibaldi.

Cristal quebrado III – Não devemos esquecer que na reeleição de Alberto, o PMDB já havia abdicado de indicar o vice para ampliar o grupo situacionista para que Jania Fernandes fosse a vice de Alberto.

Cristal quebrado IV – Por outro lado, Alberto Patrício apoiando Henrique em Alexandria, era assinar para seus eleitores o arrependimento por ter excluído o PMDB tão fiel, e um “eterno vice-prefeito”, como dizia no palanque direcionado a Antonio Pires. Alberto seria um sapo fora d’água. Seria só mais um. Alguém duvida que, se eleito, Henrique iria abrir os braços para Alberto, tendo o prefeito Nei como o seu maior inimigo político?

Não vai ficar só nisso - Segundo a agência Reuters, o governo federal deve elevar o preço da gasolina nas refinarias entre 5,5 e 6 por cento neste ano após as eleições de outubro, afirmou à Reuters uma fonte do governo próxima ao núcleo do Executivo. O cálculo do reajuste ainda é preliminar e servirá para dar algum alívio aos preços para a Petrobras.

Entrevista – Na rodada de entrevistas com os presidenciáveis no Jornal Nacional (Globo), ontem foi a vez de Aécio Neves. Soube se sair de todas as perguntas com esmera. Mas, as respostas foram o mesmo feijão com arroz de sempre. Não quis se comprometer e deixou muitas perguntas sem respostas eloquentes.

Um comentário:

  1. Parabéns J. Gomes, pelas informações postadas.De grande valia. Concordo com você quanto as respostas do Aécio Neves no JN, mas é o que devemos esperar de todos eles, responder com perguntas.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário