PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Um Brasil que não existe



O programa eleitoral de ontem, do PT, foi uma pirotecnia de efeitos visuais e uma realidade que não existe. O governo teima em botar a culpa do crescimento pífio do PIB quando é questionado, mas esbraveja um país que cresce economicamente mesmo diante da crise lá fora.

Segundo a Serasa, o índice de devolução de cheques sem fundos no mês de julho é o maior da série histórica, que iniciou em 1991. Foram devolvidos no mês de julho deste ano 2,4% do número do total de cheques depositados no sistema bancário.  Para a estatística, entra apenas cheques devolvidos pela segunda vez, ou seja, com penalidade de encerramento da conta corrente.

Isto é apenas a evidência de que a economia brasileira está murchando. A capacidade de pagamento do consumidor está diminuindo.  Isto tudo, além do crescimento pífio do PIB, demonstra que o endividamento do consumidor brasileiro que está acima de 55% do PIB, está além da possibilidade do povo.

Um comentário:

  1. Fico pensando que país é este que os Ptralhas tanto falam, que não pode ser o Brasil, deve ser o Brazil dos corruPTos. É tudo maravilhoso, tudo funciona corretamente, saúde, educação, estrada, ferrovias, hidrovias, tudo na perfeita normalidade. são muito enganadores e mentirosos, mas tem muito gente de mente fraca que acredita. Vamos acordar povo.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário