PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Cada um quer para si os louros da vitória



Os políticos alexandrienses oposicionistas comemoram a vitória de Robinson Faria por mais de 400 votos no segundo turno. Sem dúvida, motivos para comemorarem não faltam. A derrota do prefeito Nei Rossatto e seu bloco foi acachapante. A situação contava com mais de 500 votos de maioria no primeiro turno. Ganhou com 65 e, no segundo turno, disputado como se fosse uma campanha local, a maioria subiu para 420 votos.

Diante do que aconteceu a nível nacional, com uma campanha decidida nas últimas urnas e em alguns estados, comprova-se que o eleitorado vem mudando. No RN, o chamado “acórdão” foi esmagado. Henrique contava com uma legião, 130 prefeitos, 3 senadores, 6 ex-governadores e ainda o prefeito de Natal Carlos Eduardo. Foi derrotado, prova de que o povo não atende mais os currais eleitorais, principalmente no interior.

Assim, os caciques interioranos precisam se alinhar, se reciclarem e mudarem a forma de fazer política. Pau dos Ferros é outro exemplo mais próximo.

Em Alexandria a comemoração sobre a derrota situacionista é salutar, mas, não contem vitória antes do tempo. Os números da eleição passada não servirão de suporte para o pleito municipal. A história é outra. Muita água vai rolar. A oposição, certamente, não marchará unida em prol de um único nome.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário