PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Governo atrasa pagamentos e empresa de locação recolhe as viaturas da Polícia Civil

Desde esta segunda-feira (17) os policiais civis de Natal têm convivido com mais um problema. Por falta de pagamento por parte do Governo do Estado, a empresa responsável pela locação das viaturas para a corporação começou a recolher os veículos. A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol-RN).
De acordo com Paulo César, presidente do Sinpol-RN, policiais estavam saindo para o serviço quando as viaturas simplesmente pararam de funcionar. “Os policiais me ligaram informando o problema. Falaram que estavam nas viaturas (que são do tipo Ranger) e o veículo parou de funcionar, ficou sem ligar. Como os carros têm um GPS, a empresa dona dos veículos chegou a recolheu as viaturas. Um absurdo sem tamanho. Os policiais estavam saindo para diligências e aconteceu isso”, destacou.
Para o presidente do Sinpol, o fato mostra o descaso que o atual Governo sempre demonstrou com a segurança pública. “Desde o início da atual gestão que a segurança pública vem enfrentando problemas, que só se acumularam com o passar do tempo até chegar a um ponto no qual a situação ficou bem complicada. Tivemos algumas melhorias nos últimos meses, mas a situação continua ruim”.
Paulo César também contou que o Sinpol tem se reunido constantemente com sindicatos de diversas áreas para discutir a atual situação do Rio Grande do Norte. “Nós estamos preparando um relatório geral sobre a situação de todas as áreas do Estado. Nos últimos dias nós tivemos reuniões com a equipe de transição do novo Governo e eles nos passaram a atual situação financeira do Estado. Vamos entregar o nosso relatório para eles para nos unirmos e tentar encontrar as melhores soluções para que o nosso Estado não enfrente todos os problemas que tem enfrentado nos últimos anos, principalmente pela falta de planejamento”.
Em contato com a reportagem do Jornal de Hoje, Gustavo Santana, diretor administrativo da Delegacia Geral da Polícia Civil do RN (Degepol), afirmou que realmente existe uma dívida do Estado com os fornecedores, mas ele não soube informar se esse é o motivo pelo qual as viaturas não estão sendo utilizadas.
“Nós recebemos informações de dois casos que as viaturas não estão saindo. Soubemos que mecânicos das empresas responsáveis foram até o local e informaram que o veículo tinha problemas mecânicos e que por isso não poderia sair, mas não sabemos realmente qual o motivo das viaturas não terem saído. Também temos consciência de que existem dívidas. Fomos notificados pelas empresas e entramos em contato com a Secretaria de Planejamento (Seplan) para que esse valor fosse quitado exatamente para evitar um problema maior. A Degepol está fazendo a parte dela para tentar solucionar o problema”.
(jornal de Hoje)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário