PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

Um Natal repleto de amor e um ano novo de muita paz e realizações

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Curtas

Ausente... - ...Desde a sexta de manhã que estava ausente da terrinha. Tristeza ao saber que faleceu o Sr. Bruno Almeida, ex-proprietário do Posto Bruno Almeida, centro de Alexandria. Sempre que nos encontrávamos ele tecia um dedo de prosa. Aos familiares os mais sinceros pêsames.

Reclamações – A recomendação do corpo do Sr. Bruno Almeida aconteceu na Igrejinha do Sagrado Coração de Jesus. Os presentes reclamaram muito do mal cheiro dos banheiros químicos que ainda estavam instalados na Praça da Folia onde aconteceu a festa de réveillon.


Vida que segue – 2015 parece não ser um ano fácil. Inverno incerto e a maioria dos estados e municípios em crise. O Brasil em crise econômica e o governo petista envolvido em um lamaçal de corrupção. Não se sabe até quanto isso vai afetar a todos nós.

Exonerações – O prefeito Nei Rossatto exonera todo o quadro de comissionados do município. A Portaria publicada no Diário Oficial é datada do dia 31 de dezembro de 2014.

Crise – Quando a coisa vai mal é esse o primeiro ato administrativo. O problema é que ele sempre acontece quando todos comemoram felizes a passagem de ano. Nem apagam-se as luzes vem desemprego e preocupação do comércio.

Medidas antipáticas mas, necessárias – A atual gestão municipal vem dando sinais de descontrole das contas e engesso administrativo, mesmo com o aumento do coeficiente do município de 0.8 para 1.0, o que gerava motivo para reclamação por parte do executivo. Atraso dos servidores e pensionistas. Sem contar que o início do ano marca o aumento do salário mínimo, novo piso dos professores e outros ajustes que demandam despesas. Além dos salários, o 13º. Não será fácil. Cortar na carne para economizar é começar o ano com medidas antipáticas e que, só serão instrumento de recuperação de credibilidade se forem tomadas com pulso forte, não somente para dar satisfação como aconteceu em um passado recente.

Enxugamento – Cortar despesas a começar por cargos, que na maioria das vezes são apadrinhados. O mais difícil é obter a compreensão do grupo aliado. Mesmo assim, o efeito de economia para os cofres públicos é mínima. Para não atingir a população mais carente as medidas devem trazer divergências e insatisfações no grupo, pois têm que atingir e cortar muitas regalias que sempre são consequências dos apoios políticos para manter segura a base aliada. É o preço para arrumar a casa.

Num passado recente não deu certo – Por três vezes as mesmas medidas foram tomadas na administração anterior. Foi no segundo mandato de Alberto Patrício. Pouco ou nada mudou de melhora para o povo. No final do mandato três meses de salários atrasados. Tais medidas não podem serem tomadas apenas para melhorar as finanças em um curto período. Tem que serem tomadas por todo o período que resta da administração, pois os efeitos positivos é a longo prazo. Tem que se pagar dívidas e fazer caixa para aplicar as atividades básicas que a atendam o povo. Principalmente não atrasar salários. Isso acarreta um prejuízo geral para o comércio e, consequentemente, para os munícipes em geral.

Corte -  Bem que poderia ter começado com a queima de fogos para comemorar a chegada do ano novo. Foi anunciado quase 15 minutos de foguetório. Aquilo daria para pagar o 13º de muitos servidores.

Antes que eu esqueça – Na sexta-feira passada eu fiz um post sobre a nova eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Alexandria. Mandato de dois anos que encerrou no dia 31 de dezembro próximo passado. Muita gente esperando o bafafá de uma nova eleição. Sim! Sempre as eleições da Câmara Municipal de Alexandria reservaram surpresas, traições, disse me disse e todas as artimanhas que a briga pelo poder oferece. Mas, um artifício da lei acabou tudo isso. Agora é só esconder tudo do povo.

Voltando no tempo – Para explicar melhor, voltemos no tempo para 2009. O Regimento Interno da Câmara de Vereadores foi modificado através de Projeto de Lei mudando as regras para a eleição da nova mesa diretora para o segundo biênio de Legislatura. A proposição do então presidente, vereador Chiquinho Pires, concedia a presidência à convocar a eleição para segunda legislatura quando fosse conveniente. Assim, o vereador e então presidente Chiquinho Pires se reelegeu presidente por mais dois anos muito antes de terminar o seu primeiro mandato.

Assim se fez – Valendo-se desse artifício legal, o vereador Raimundinho se reelegeu para o segundo mandato, de 2014 a 2016, a quase dois anos atrás. Isso mesmo, a sua reeleição aconteceu logo depois da volta as atividades do recesso em 2012. Pouca gente sabe porquê. Na época, as sessão não estavam sendo transmitidas pelo rádio e a sua convocação e consumação aconteceram em tempo recorde. O vice-presidente é o vereador Gil Fábio. Até aí tudo legal. Mas, o povo deveria ter tomado conhecimento.

Querendo aparecer - A futura ministra da Igualdade Racial, Nilma Gomes, foi a autora do parecer do Conselho Nacional de Educação que classificou como racista Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato, e propôs que a obra fosse banida do Programa Nacional Biblioteca na Escola. Na semana passada, Luiz Fux rejeitou  no STF um mandado de segurança do Instituto de Advocacia Racial que pedia a retirada do livro da lista de leitura obrigatória em escolas públicas. (Lauro Jardim)

É lei – O novo extintor de incêndio A, B, C, para carros fabricados antes de 2005, já está sendo obrigatório. O problema é que não existem extintores no mercado. E tome multa. A existência da indústria da multa nesse país é eminente.

Roubalheira - A Petrobras criou "empresas de papel" para construir e operar a rede de gasodutos Gasene, conforme constatação da Agência Nacional de Petróleo (ANP) reproduzida numa auditoria sigilosa do Tribunal de Contas da União (TCU). O trecho do empreendimento que fica na Bahia - e, de acordo com técnicos do tribunal, teve os custos superfaturados em mais de 1.800% - foi inaugurado com pompa em 26 de março de 2010 pelo governo federal. Oito dias depois, a então ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, deixou o governo para se candidatar à Presidência da República.

Incrível – Essa cambada ainda se fingir de inocente. São tantas evidências e tanta roubalheira que estamos perdendo a capacidade de se indignar com tantos fatos. Parece até uma estratégia: chocar o máximo para que nos acostumemos com essa rotina de vivermos em um esgoto imundo. Não é à toa que querem a todo custo censurar a mídia com a velha história de controle econômico, como se essa gente pense em algo honesto. O que querem mesmo é se transformarem em absolutos, com uma militância entorpecida, pobres satisfeitos com esmolas e a mordaça para os opositores que não se
vendem a isso.



Doações - A Associação Comunitária Sócio Cultural de Major Sales, vem por meio deste e-mail, solicitar sua doação de brinquedos para o Pontinho de Cultura Deixe a Criança Brincar, visando dar continuidade ao trabalho de promoção do acesso ao brinquedo e a brincadeira, garantido o direito a criança de brincar por brincar para as crianças do município de Major Sales no ano de 2015. Essa iniciativa cultural se constitui como um reconhecimento à importância de abrir espaço para a cultura da infância. O Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA no art. 16, capítulo II, que trata do Direito à liberdade, ao respeito e à dignidade, estabelece o direito de brincar como integrante ao direito a liberdade. Mediante a isso, contribua com a doação de brinquedos para a ininterrupção deste projeto, que beneficia diretamente mais de 150 crianças do Bairro Bom jardim e de outros Bairros do município de Major Sales. A sua Doação poderá ser encaminhada para o Ponto de Cultura Tear Cultural de Major Sales, localizado à rua Antônio José da Rocha, 912, Bairro do Amor - CEP: 59945-000 - Major Sales/RN. Deste de Já, agradecemos a sua doação. Reiteramos votos de um Feliz Ano novo e que Deus te cubra com muita paz, felicidade e saúde. Att.: Maria Carlos - Coordenadora do Pontinho de Cultura Deixe a Criança Brincar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário