PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Curtas

A espera do precioso líquido – A nossa reserva de água na terrinha não passa de janeiro. O calor é de rachar folha de zinco. Em duas chuvinhas este ano contabilizou apenas 25 mm. Muito pouco pelo bom tempo que se forma e se vai. Sem dúvida o alexandriense vai viver dias difíceis até as chuvas caírem em grande intensidade. Para isso precisaríamos de um inverno além do normal.

Poços – A Câmara Municipal está em recesso parlamentar. O Executivo vive um início de ano com dificuldades financeiras e atraso dos servidores. Ninguém está fazendo nada de concreto sobre o problema da falta d’água. Vejo que a única solução de imediato seria a perfuração de poços.

Espera – Há anos que não temos um início de inverno com precipitações intensas para encher os reservatórios. Se prevalecer a média os nossos reservatórios, principalmente o açude Bananeiras, só deverá captar água em meados de maio ou junho. O pouco que entrar nesses reservatórios será usado no dia a dia. Obviamente que, se o inverno não for além do normal, teremos a falta do precioso líquido logo no final do inverno deste ano. Em caso de seca ou um inverno abaixo do normal, Alexandria e região viverá um caos sem precedentes. Não há o que esperar. Providências têm que serem tomadas com urgência.

Extra oficial – Recebemos a informação de que o prefeito Nei Rossatto já renomeou secretários e comissionados indispensáveis as pastas. A seleção foi criteriosa para diminuir gastos.

Piso – Muitas prefeituras já anunciaram que não têm condições de pagar o piso dos professores diante do aumento de 13,01%. O atual secretário do SINDALE de Alexandria, Washington Barbosa, além de outras conquistas para categorias não cumpridas pelo município, vai ter esse abacaxi nas mãos para descascar. Sem dúvida a categoria vai cobrar.

De onde vai sair o dinheiro? – Se para cumprir o piso o município já retira dinheiro do FPM; com esse aumento, dívida anteriores de três meses com os servidores da educação e mais atraso de salários atuais, não vai ser fácil.

Impacto -  O reajuste do piso nacional de professores em 13,01%, aumentando para R$ 1.917,78, deixará mais de 80% dos municípios do Rio Grande do Norte acima do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).


Notícia inútil - Vida do deputado federal Jean Wyllys, acredite, vai virar filme. O pior é que essa brincadeira de mal gosto vai custar ao nosso bolso quase 1 milhão de reais.

Um comentário:

jose pereira neto Pereira disse...

Isto é uma imoralidade, o que a pessoal deste senhor tem de tão importante para a cultura deste país. Só que ele participou do famigerado BBB e é homo e mais nada. Este país que os PTralhas estão criando é uma vergonha (imitando o Boris).