PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Ministro atribui má avaliação à agenda complexa

O ministro Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência) divulgou uma nota com comentários sobre a queda na popularidade de Dilma Rousseff. No texto, atribuiu o fenômeno à “agenda complexa” que a presidente teve de tourear depois da “eleição muito polarizada” que disputou com o antagonista tucano Aécio Neves.

Segundo o Datafolha, a taxa de aprovação de Dilma despencou de 42% para 23% desde dezembro. Rossetto incluiu na agenda o aumento da conta de luz e da gasolina. Anotou que tais “ajustes” foram “necessários para continuar programas sociais”. Acrescentou: “sempre falamos durante a campanha sobre equilíbrio fiscal e controle da inflação.”


Do Bog: Muita cara de pau.

Um comentário:

jose pereira neto Pereira disse...

È muita mentira, junto com o comentário mais mentiroso. Será que nosso país, vai ser sempre castigado por gente que rouba, mente,incompetente e o povão mais alheio ainda, continuam elegendo toda esta cambada de malandros...