PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Vereador se afasta para pedir impeachment do prefeito Nei Rossatto

Havia algo de errado no reino da Barriguda. Vereadores que em menos de uma semana defendiam com unhas e dentes a atual administração pública passaram a criticá-la veementemente nas últimas sessões. Qualquer leigo da política Alexandriense compreendia que algo de novo iria surgir. Só não imaginava que fosse tão ardiloso e repentino.

Os problemas de saúde do prefeito Nei Rossatto se agravaram ultimamente. A notícia da sua renúncia ou afastamento para tratamento de saúde eram tidas como certas. Quando regressou a Alexandria na segunda-feira (21) da semana passada o chefe do executivo foi recebido com festa por correligionários, mas, confidenciou a amigos que iria renunciar. Horas depois voltou atrás.

Em seguida veio à divulgação por parte do suplente de vereador Germano Júnior que Jeane Ferreira seria a pré-candidata do grupo, que ate então, apoiara o prefeito Nei Rossatto. Neste blog, o suplente pediu para retratar o que dissera antes de que o grupo não apoiava mais o prefeito. Coisa de política, pois nenhum alexandriense, em sã consciência, acreditava mais nisso.

O golpe final veio sem ninguém esperar. Tudo fora tramado e orquestrado. Parece que até os últimos acontecimentos contribuíram. Segundo informações colhidas pelo blog não encontraram um popular para formular o pedido de impedimento do prefeito a Câmara de Vereadores. Ninguém quis arriscar. O presidente da Câmara, vereador Raimundinho, foi o protagonista. Se afastou, entrando na sua vaga o suplente do Germano Júnior, e apresentou o pedido a Casa Legislativa. Apresentou para a plateia majoritária o pedindo o impeachment do prefeito Nei Rossatto que contem várias denúncias tidas como graves e irreversíveis. Apenas o vereador Suê, que pareceria mostrar ultimamente uma surta simpatia pelo prefeito, pediu justificativa do voto para solicitar documentos oficiais para análise das contas públicas. Os demais votaram a favor: Diassis Euflauzino, Mauricy Abrantes, Mazinho, Gil Fábio, Cícero Bernardino, Alan Oliveira e Germano Júnior.

A coisa parece que será rápida. Até as Comissão para apurar o pedido de impedimento já foram formadas.

Até o momento o prefeito Nei Rossatto se manifestou. Muitos acreditam que ele deva renunciar rapidamente.

Nenhum comentário: