PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Curtas

Chumbo grosso – O arsenal parte da Câmara de Vereadores de Alexandria. Ninguém poupa mais o prefeito Nei Rossatto. A artilharia é pesada. Vereadores que há menos de um mês defendiam salários atrasados como consequência da crise agora apresentam até números da entrada de recursos e dizem que o prefeito não paga porque não quer.

Cadê o dinheiro... – O vereador Gil Fábio leu um relatório apresentando os recursos que entraram nos últimos meses nos cofres da prefeitura. Só na saúde, segundo o edil, daria para pagar os funcionários e ainda sobrar um bom dinheiro.

ASGs em greve – Depois de quase dois meses sem receberem os ASGs da educação decidiram paralisar as atividades. Quem informou foi o vereador Mazinho, depois de criticar fortemente a administração pública. Disse que os desmandos eram tão grandes que ia ficar impossível o futuro prefeito botar a cidade nos trilhos. “Vai ficar igual à geladeira velha, tocou dá choque.”

O verbo pagar – Para falar a verdade a coisa está bem feia na atual administração. Existe até cargos comissionados pedindo demissão. Deles já estão no terceiro mês de atraso. Os aposentados, mesmo com determinação da justiça, continuam atrasados. Os ASGs da educação também. O SAAE está atrasado em até três meses. O prefeito parece que está abolindo o verbo pagar.

Por falar na justiça – Está sendo cobrado a multa diária por atraso no pagamento dos aposentados e pensionistas do Ipama?

Denúncia grave – Segundo alguns vereadores, membros do Conselho Municipal de Educação, teriam sido sondados para assinarem a ata da reunião em branco. Com a palavra o secretário. Se a coisa ocorreu dessa forma, o que é gravíssimo, o secretário está na contra mão do que disse na Câmara de Vereadores.

Pagamentos – Segundo informações do presidente do Sindicato dos Servidores do Município de Alexandria – SINDALE, Washington Barbosa, a Secretaria de Finanças do Município informou que o pagamento dos ASGs vão ser depositados nas contas, hoje.

De volta ao MP – Washington informou ainda que uma comissão do SINDALE vai ao Ministério Público, amanhã (21), para saber qual a posição do órgão com relação aos atrasos nos pagamentos dos aposentos, pensionistas e demais funcionários.

De quanto deveria ser o salário mínimo? - O salário mínimo no Brasil deveria ser de R$ 3.240,16, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). Segundo a instituição, é este o valor suficiente “para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência”.


Férias – Resolvi tirar umas férias de quatro dias. Arejar a cabeça e sair da rotina. Renovado volto à labuta.

Nenhum comentário: