PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

PT foi contra o projeto que cria que cria o crime de terrorismo

Foi aprovado ontem, pelo Senado, o projeto que tipifica o crime de terrorismo. Há tempos que o Brasil vinha correndo risco de sofrer sanções internacionais e até de por em xeque a segurança dos Jogos Olímpicos de 2016.

O PT foi contra. A alegação do partido foi que “não há a menor necessidade de tipificar crime de terrorismo. E uma vez tipificado, você perde totalmente o controle sobre quem será punido. O filtro que será realizado para determinar se tal conduta é terrorismo ou não será dado por delegados, promotores, juízes e, é claro, pela mídia,” segundo o site “ocafezinho” financiado pela Caixa e Banco do Brasil.

Entre as práticas que podem ser equiparadas a atos terroristas estão causar explosão e incêndios em prédios ou locais com aglomeração de pessoas e destruir ou danificar hospitais, escolas, estádios ou instituições onde funcionem serviços públicos essenciais.

O trecho que discernia sobre “manifestações populares” foi retirado no Senado. Mesmo assim, a principal base eleitoral do Partido dos Trabalhadores, os movimentos sociais, não aprovou.


O PT sabe da força que tem os seus movimentos sociais, principalmente o MST e pode precisar dessa gente, como já pregou até o ex-presidente Lula, quando conclamou o exército dos sem terras para invadirem as ruas, se preciso.

Nenhum comentário: