PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

Um Natal repleto de amor e um ano novo de muita paz e realizações

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Cerco contra Lula se fecha em 7 frentes

Lula está sendo espancado pelos fatos em 7 frentes de investigações. Na segunda-feira, o jornal português O Público revelou a frente internacional:

1)    O inquérito sobre os 50 milhões de euros que teriam sigo pagos em Macau “ao grupo petista” de Lula e José Dirceu para autorizar a fusão entre a Oi e a Portugal Telecom.
2)     
Na terça-feira, o Valor resumiu o cerco feito pelas autoridades brasileiras:

“O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) estão fechando o cerco ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seis frentes de apuração criminal. Documentos anexados às investigações mostram o avanço sobre negócios ligados direta ou indiretamente ao ex-presidente”.

As seis frentes sobre supostos crimes são:

2) Tráfico de influência nacional e internacional de Lula em favor da empreiteira Odebrecht, recompensado pelo pagamento (por dentro) de R$ 4 milhões;
3) Venda de medidas provisórias para o setor automotivo durante os governos Lula e Dilma – com intermédio de Gilberto Carvalho -, recompensadas com pagamento de R$ 1,5 milhão a Luís Cláudio, filho caçula de Lula;
4) Contrato fraudado do navio-sonda da Petrobras Vitória 10.000 para quitar dívidas de R$ 60 milhões da campanha de Lula de 2006;
5) Palestras de Lula forjadas para lavar dinheiro de propina das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato, com recebimentos pela empresa L.I.L.S. e (6) pelo Instituto Lula (o que, aparentemente, o Valor considera duas frentes de investigação).
7) Lobby para o estaleiro de Eike Batista, com pagamento de pelo menos R$ 1,5 milhão feito por Fernando Baiano ao melhor amigo de Lula, José Carlos Bumlai, com destino a uma nora do petista; Isto sem contar a denúncia de Ricardo Pessoa de que repassou propina para o caixa 2 de Lula em 2006, além da fazenda e do tríplex do petista reformados pela OAS.

Para aliviar a barra de Lula e evitar novo mal-estar ente ele e Dilma, parlamentares governistas agora tentam impedir a convocação do filho Luís Cláudio Lula da Silva e dos ex-ministros Gilberto Carvalho e Erenice Guerra para deporem na CPI do Carf.

Não poderão impedir, no entanto, o depoimento de Luís Cláudio à Polícia Federal, remarcado para quinta-feira em São Paulo (SP).

O cerco continua se fechando contra os Brahmas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário