PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

Um Natal repleto de amor e um ano novo de muita paz e realizações

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

É preciso conhecer os seus os seus deveres para cobrar os seus direitos

Não quero gerar polêmicas. Muito menos tomar posição. Porém acho que um professor precisa, no mínimo, ter um pouco de conhecimento de como funciona os poderes para poder cobrar e, principalmente formar opiniões. Afinal são professores.

Um projeto de lei ao chegar a Câmara de Vereadores, seja do Executivo ou popular, ele tem que seguir os trâmites legais para ter sua aprovação validada. Como aconteceu hoje, provando que existe seriedade da Câmara, mesmo a sessão sendo solene diante da leitura da Mensagem Anual, o presidente abriu para leitura do projeto e depois encaminhou para a Comissão competente, que é a de Constituição e Justiça, que terá um tempo para avaliar o projeto e dar o parecer. O presidente da Câmara, vereador Gil Fábio, já se pronunciou na sessão de hoje que o projeto será votado na próxima sessão. Se o projeto fosse votado hoje sem esse trâmite, qualquer pessoa poderia derrubá-lo diante da ilegalidade requerida pelo Regimento Interno da Casa.

Outro ponto de conversas sem fundamento legal, é municípios pagando o piso sem antes encaminhar o projeto para apreciação. Isso não existe e, se algum o fez, está ou estava ilegal até a aprovação do referido projeto. É bom lembrar que a Câmara de Alexandria estava em recesso desde o ano passado e só voltou na sessão anterior.

Acredito que o SINDALE, tem todo o direito de reivindicar, formar grupos para cobrar e até greve se for o caso, se a pauta não for cumprida pela Câmara ou se o Projeto do Executivo não cumprir com a realidade. Porém é bom lembrar que a categoria não deve pressionar o Legislativo a cumprir ou realizar algo que não está dentro da lei. Isso é ilegal e caracteriza abuso, senhores professores.


Isso é uma opinião desse humilde blogueiro e sei que o meu amigo Washington entende que não estou tomando partido ou sendo leviano com o Sindicato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário