PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Vida que segue

Foto: Facebook Woney Fontes
O Carnaval de Alexandria sobreviveu. Foram dois carnavais privados. Porém, a grande atração do carnaval foi mesmo o mela-mela. Um sucesso. Muitos foliões se absteram do carnaval privado e caíram no mela-mela. Quem imaginaria que o carnaval alternativo e gratuito poderia ser a grande atração?

Uma lição para os que promovem carnavais privados: ou se adéquam a nova realidade ou vão ser isolados, principalmente os exploradores.

O melhor de tudo, é que o mela-mela foi espontâneo e agrega a todas as idades. Tem desde bebê de colo até o mais idoso. Nem a orientação do Ministério Público foi entrave. A decisão foi mesmo popular. Com a falta ou não de água. É claro que as extravagâncias em um momento como esse devem ser levadas em consideração, mas, o povo também precisa ser feliz. Principalmente na tristeza. Que chamem o japonês da PF para descobrir de quem era o bendito carro-pipa que deu um banho de alegria nos foliões no último dia de fusaca.

No mais, o garoto Woney Fontes e Marcos Felipe, pratas da casa que embalaram o percurso do mela-mela todos os dias. Sem dúvida, o carnaval foi genuinamente alexandriense.


O mela-mela poderá dar uma nova direção ao nosso carnaval. O problema é que precisamos de muita água. No resto, temos de sobra.

Nenhum comentário: