PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

Um Natal repleto de amor e um ano novo de muita paz e realizações

terça-feira, 29 de março de 2016

Prefeitura de Antônio Martins entra na Justiça para reaver R$ 1,8 milhão devidos pela União relativos ao Fundef

A notícia está no blog Política Pauferrense. A Prefeitura de Antônio Martins contratou empresa especializada em assessoria técnica jurídica para ingressar na Justiça Federal na tentativa de reaver recursos não repassados pela União no valor de R$ 1,8 milhão relativos ao Fundef (antigo Fundeb).

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, pela Lei, a União deveria complementar recursos em todos os estados e municípios que não alcançassem, com receitas próprias, o valor médio nacional por aluno. Por uma decisão do Governo Federal, durante todo o período de vigência do Fundef (1998-2006), essa regra foi desrespeitada, fato que levou à propositura de diversas ações judiciais.

Na ação, a Prefeitura de Antônio Martins pede o ressarcimento no valor correspondente a toda a diferença entre o valor mínimo definido na Lei e aquele fixado ilegalmente em montante inferior.

A substituição do Fundef pelo Fundeb, que passou a contemplar toda a educação básica, não eliminou a dívida da União com os Estados e Municípios em razão do descumprimento da legislação anterior. Isso porque, como se trata de recurso vinculado para a educação, que acabou sendo desviado para outras finalidades, é obrigatória sua aplicação nos anos seguintes, como forma de compensação.

O município tem até o próximo dia 31 de março para entrar na Justiça Federal contra a União. Caso tenha êxito no processo, a empresa receberá 18% de honorários sobre o valor da ação.

Além de Antônio Martins, diversos outros municípios do Rio Grande do Norte também ingressaram com processos semelhantes na Justiça Federal a fim de reaver tais recursos.

Do Blog: Se não houver prescrito é uma grande oportunidade dos municípios reaverem esses recursos, onde o governos passaram a perna. Principalmente o governo do PT que sempre levou os louros dos projetos e deixa as contas para os municípios arcarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário