PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

Um Natal repleto de amor e um ano novo de muita paz e realizações

segunda-feira, 28 de março de 2016

Volto ao assunto do meu sinal de Internet



Os caros amigos web leitores devem ter visto o post que fiz recentemente sobre a qualidade do sinal que estava chegando a minha antena. Há mais de dois meses que eu reclamava por melhoras, afinal pago pelo sinal que me oferecem, e muito caro.

Pois bem, o funcionário retornou a minha residência na quarta (23) e eu pedi que voltasse na manhã de quinta (24). Recebi a sua visita, bastante demorada desta vez, verificou tudo, só não subiu para ver a antena. Depois de terminar o seu serviço, desta vez me prestou explicações. Delas não concordei, principalmente a que a central havia atestado que não diagnosticou cortes no meu sinal.

Antes de se retirar, o rapaz, que mais parecia um engenheiro de uma multinacional, tanto a sua empáfia, resolveu tomar satisfações comigo, dentro da minha própria casa, insinuando que, o que eu postei, tinha sido mentira. Não engulo tanto atrevimento e respondi no mesmo tom. Foi preciso pedir para ele se retirasse da minha residência. Ele insistiu e eu ameacei até a chamar a polícia.

Parece que o funcionário não gosta de clientes exigentes. Ele anda com um garoto, acredito de menor, que eu não sei se é funcionário da empresa. Somente algo serviu: o sinal da minha internet melhorou em 90%. Até agora.

Essa é a primeira vez que tenho problemas com funcionários que prestam atendimentos em residências da GNET, desde os quase quatro anos que sou cliente da empresa. Os outros, me forneciam seus telefones particulares  e me autorizaram a ligar quando precisassem, e sempre me atendiam rapidamente. Não quero privilégios, porém sabiam que o meu trabalho requer um sinal de qualidade em tempo hábil. Nesses últimos atendimentos esperei até 12 horas para ser atendido.

Estou estudando quais a providências cabíveis que eu irei tomar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário