PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

Um Natal repleto de amor e um ano novo de muita paz e realizações

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Curtas


Ano de eleição – Você vai escolher quem vai gerir o dinheiro público do seu município por quatro anos. “Não venda a sua família para um candidato e vote no outro.” Isso é o mesmo que acender uma vela para Deus e outra para o diabo.



Por falar em política – Tem muita gente desesperada com um agricultor na prefeitura. Ele está dando um bolo em políticos profissionais que já conhecemos muito bem. Diante de um município com a economia destroçada está com quatro meses de salários em dia. Até com mentiras escabrosas e intrigas tentam desviar a atenção do povo. Ou salário em dia não é bom para a cidade?



Há, já sei... – É uma obrigação de todos os administradores. Então por que os administradores profissionais, anteriores, deixaram salários atrasados? Incompetência, é o primeiro nome de uma lista que atesta que não devem voltar ao poder. E quem quiser que conte outra.



Pronunciamento – Para quem não ouviu o pronunciamento do prefeito Raimundo Ferreira, ontem (04), já está disponível na internet. Clique AQUI.



Festejos juninos – Diante da intenção da Secretaria de Cultura do município em realizar os festejos juninos, já ameaçam fazer campanha nas redes sociais “trocamos o São João por salários em dia.” Além dos salários estarem em dia o secretário Flávio Lobo explica de onde os recursos poderão vir para realização da festa. Veja AQUI.



Apertem os cintos - O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) instaurou um procedimento de bloqueio e sequestro de valores do Governo Estadual para o pagamento de precatórios. Segundo o juiz Bruno Lacerda Bezerra Fernandes, chefe da Divisão de Precatórios do TJRN, o pedido é para bloqueio de R$ 30,8 milhões, relativos a precatórios de anos anteriores em atraso nos quatro primeiros meses de 2016. O Estado tem mais de R$ 386 milhões de débitos que se acumulam desde 2009 junto a pessoas físicas e jurídicas.



Do jornalista Ricardo Kotscho - “As dificuldades de Michel Temer para montar um ministério minimamente respeitável e a disposição de Dilma e do PT de resistir até o fim dos 180 dias previstos para o julgamento final no Senado indicam que teremos dias ainda mais conflituosos e imprevisíveis daqui para a frente”.



Um bom nome para o Ministério da Saúde - O cirurgião Raul Cutait é um dos médicos mais respeitados do país. Sondado para chefiar o Ministério da Saúde, hesitou. A família não recebeu bem a ideia. Após muita reflexão, topou o desafio. A notícia foi recebida com euforia no Jaburu, trincheira de Michel Temer. Enfim, um ministro notável. Mas durou pouco o entusiasmo. Logo se descobriu que Cutait não serve para o cargo.



O doutor cometeu vários crimes - O primeiro foi o de reivindicar que todas as nomeações para os cargos relevantes da pasta passassem por sua mesa. Se ficasse por aí, esse até poderia ser classificado como um crime menor, quase uma contravenção. Mas a coisa tornou-se grave quando, não satisfeito em querer cumprir o dever de avalizar os nomes daqueles que seriam seus auxiliares, Cutait exigiu que o critério de escolha fosse técnico, não político.



Do Blog – Esse é o grande problema. Quem manda é a política partidária. Nada de técnicos para comandar as pastas. Estamos distantes onde os comandantes das secretarias de governos passem a ser técnicos, assim como os administradores de Estatais. Tudo para servir ao partido e aos cabides de empregos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário