PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

21 de novembro. Hoje É: Dia da Homeopatia, das Saudações, Mundial da Televisão

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Curtas



Estava escrito - Cheguei a Alexandria, nesta segunda-feira (20) no início da tarde com a notícia de que o ex-prefeito Alberto Patrício havia desistido da candidatura e decretado apoio a Jeane Ferreira. Já havia recebido a notícia por telefone. Mas, não me causou tanta surpresa. Talvez por ter quase a certeza que o mesmo não seria candidato e não ficaria na oposição. Estava escrito no livro de pouquíssimas folhas das verdades na política.

Quando acontece, novas posturas – Estava na cara que a oposição alexandriense não marcharia unida. É sede demais para pouca água no pote. Uma vaga de vice para muitas bocas. Mesmo jurando inocência, cada um passava pimenta nas bordas do copo do outro. Estava claro, embora todos jurassem, de pés juntos, que era um por um, e todos por todos. Depois que Alberto se declarou pré-candidato, a água começou a vazar do pote.

Namoro declarado – O namoro entre Jania Fernandes e o vereador Júnior Abrantes já era fato para o povo. O ex-prefeito Alberto Patrício serviria apenas como testemunha no casório. Embora não declarado oficialmente, poucos se arriscariam a apostar que apareça alguém para interrompê-lo no “se cale para sempre”. Não se sabe, é se o ex-prefeito Nei Rossatto será um convidado de peso. Embora pareça com uma Dilma da vida, ele ainda detém votos que pode decidir a eleição. Isso se a festa situacionista, já planejada há tempos, não ofusque o “velho novo” projeto oposicionista.

Venceu a lógica – Só quem esperava milagres na oposição eram os tolos. Milagres não existem na política. Existe um jogo onde quem vence são os técnicos. A situação venceu essa primeira batalha. Alberto Patrício manteve a sua base eleitoral fiel. Muitos que desacreditaram nele voltaram a gritar seu nome com o fraco desempenho de seu sucessor na prefeitura. Se puder, será o vice, se não puder deverá indicar a sua esposa Rosângela Patrício. Segundo os mais próximos do ex-prefeito ele quer, a todo custo, manter a sua base. Ou se elegendo ou elegendo alguém próximo.

Aberta a porteira – Agora começou a corrida. Mesmo que algumas pequenas aquisições ou substituições possam ser feitas durante o jogo. Talvez essa seja uma das paradas mais duras que a política de Alexandria presenciou. Ou talvez não. O mais competente poderá abrir a dianteira. O povo de Alexandria almeja por mudanças, e o jogo de promessas poderá ser rejeitado fortemente. O povo quer um movo modelo de política na terrinha.

Um comentário:

Deixe o seu comentário