PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Mentiras e pesquisas para fazer o povo de bobo


Levantamento aponta que Estatuto do Desarmamento evitou 133 mil mortes no país. Esta foi a principal manchete quando acessei a Internet. Faz-me rir. De onde tiraram isso? Concordaria se não entrasse nessa lista os crimes cometidos em assaltes e acertos de contas do tráfico.

Segundo estudo o Estatuto do Desarmamento evitou 133.987 mortes entre 2004 e 2014, de acordo com o “Mapa da Violência 2016 - Homicídios por armas de fogo no Brasil”, a ser lançado nas próximas semanas. O cálculo foi feito com base nas vidas que seriam perdidas caso o aumento seguisse na velocidade registrada no período anterior à lei.

Isso é uma afronta a inteligência de qualquer pessoa. O aumento da violência de assassinatos por arma de fogo, em todo o Brasil, cresceu assustadoramente. Só no ITEP de Mossoró este final de semana foram sete, eu estava lá, e no ITEP de Mossoró 14.

Um dos assuntos que conversamos no trabalho foi esse aumento assustador do aumento de casos. Há cinco anos chegamos a passar até um final de semana sem ocorrência de crime. Hoje é, no mínimo dois. A não ser que esse estudo seja feito sem contar com a eliminação de bandidos por parte da polícia, a carnificina entre os traficantes e os populares que morrem em assaltos. Esse também levar em conta o aumento de armas, inclusive de grosso calibre, que estão nas mãos do crime.

Essa pesquisa está igual à que divulgam os petistas: Dilma atinge 93% de aprovação da população brasileira.

Nenhum comentário: