PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Curtas



Não foi factoide – Me confidenciou uma fonte íntegra e bem informada. A oposição de Alexandria ia apresentar a surpresa tão anunciada por correligionários no dia da convenção. O problema é que a surpresa não se dispôs a causar o frisson que a oposição tanto queria.

Neutro – Segundo informações foram muitos contatos, muitas tentativas para trazer de volta o ex-prefeito Nei Rossatto aos palanques. Ele foi taxativo: “estou neutro nessa campanha”. Nem subirá no palanque da situação ou da oposição. A situação, para ele, planejou para a abertura do seu processo de impedimento e a oposição, tem o candidato a prefeito que foi o relator e principal organizador do impeachment.

No frigir dos ovos – Acho que o ex-prefeito tem razão. A terra em que ele pisou firme por muitas campanhas, desde a de vereador, agora está minada. Nem a sua esposa está filiada a qualquer partido político. A sua luta, parece, ter se limitado a eleger o seu candidato a uma cadeira ao Legislativo do município.

Convenção da situação – Será nesta sexta, dia 05. Correligionários da pré-candidata Jeane Ferreira diz que a coisa será “como nunca antes na história de Alexandria.” Mas, o grupo mantém segredo. Não se sabe nem se virá nomes de peso da política do Estado. Esperar pra ver.

Blog do primo – O blog noticiou o isolamento dos candidatos oposicionistas com relação as principais lideranças estaduais. Destacou que nem o primo do vereador, o vice governador do Estado, Fábio Dantas, o apoia publicamente nesse momento. Isso é muito ruim para o bloco oposicionista de Alexandria. Parecem isolados e sem o aval até de lideranças do próprio partido.

O pobre - Mas, os correligionários espalharam a notícia pelas redes sociais e, parece que a tônica da campanha de Júnior Abrantes será a “do pobre abandonado pela elite política.” Sem dúvida é a cara do PCdoB e do PT.

Mudança de nível – O Diário Oficial do Município trouxe ontem uma relação de vários professores do município com a mudança de nível. Sem dúvida o prefeito Raimundo Ferreira está mudando muita coisa em que prefeitos anteriores nem sonhavam em falar sobre o assunto.

Momento de insegurança – Hoje eu vi um vídeo com um pronunciamento de Wilma de Faria. Ela pergunta-se como deixaram o índice de violência chegar a tanto? Em números relata que no seu governo o índice era de 18 homicídios por cada 100 mil habitantes. Hoje é de 63. Por fim, disse que o momento era de pedir união entre a classe política.

Os governantes sabem... – Porém, só agora, a população está sabendo que estamos em uma guerra onde o crime organizado avança a passos largos. O exemplo mais recente está aqui no RN. Traficante detidos, que comandam o crime de dentro dos presídios, causam o terror porque estão ameaçados de terem seus instrumentos (celulares) de mandar e desmandar de dentro das celas, bloqueados.

O governo não deve ceder – Estou com o governo e acho que deve ser abominado pelo povo quem se mantiver contra a decisão de ceder ao crime. O problema, é que os governos vem empurrando com a barriga. Já está chegando o tempo em que os gestores discutem com o crime o que pode e o que não pode. Se as medidas contra vai atingir ou não as ações do crime organizado que até sindicato tem, só o tempo dirá. É preciso também combater os agentes corruptos. Não é por mágica que os celulares adentram nos presídios. E há quem defenda e ache que as polícias devam ser extintas ou percam o poder de polícia.

Os petistas... – Alardeiam nas redes sociais um possível dossiê preparado por Eduardo Cunha para delatar colegas, onde o principal alvo seria o governo Temer. Incrível! Para os petistas, o antes anticristo, corrupto, imoral e não sei lá das quantas, hoje tem credibilidade pra tanto

Nenhum comentário: