PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

21 de novembro. Hoje É: Dia da Homeopatia, das Saudações, Mundial da Televisão

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Polêmicas nas redes sociais



Os alexandrienses estão sempre presentes nas discussões que envolvem o município. As opiniões variam. Algumas radicalizam e até existem outros que absorvem as opiniões adversas com grosserias. E o assunto rola até que passe a fase e tudo volta no ano seguinte como se fosse ontem.

Estou falando do carnaval. Todos os anos é a mesma coisa. A polêmica agora gira em torno do mela-mela. Haver ou não haver? Eis a questão. Asseguro o que disse antes, por uma questão de razoabilidade, o poder público não tem a menor condição moral e econômica para bancar o carnaval e nem o mela-mela. Porém, nada impede que populares o façam. Mesmo que toda sujeira necessite de muita água para limpar, se nesse período ainda não tivermos a presença destacada do período chuvoso, a tomada de consciência deve partir de cada cidadão.

É bom lembrar que o tradicional mela-mela já faz parte da cultura carnavalesca de Alexandria. É muito cedo para abominar a prática. Deixa que o inferno mostre a sua cara. Terrível seria se a administração pública gastasse os parcos recursos com o evento em tempos em que muitos não dispõem de dinheiro para comprar o precioso líquido nem para tomar o banho diário. É isso mesmo. Existe até a piada de que ninguém mistura mais água no leite. É prejuízo certo.

Quanto ao Carnaval Tradição, esse parece que vai haver, privado, onde também aumentará a demanda de água. Mas, a verdade, é que mesmo em tempos de crise existem aqueles que querem é festa.

Nem os dedos são iguais. Quem sabe até o carnaval, ou durante o seu período, estejamos celebrando um grande inverno onde as chuvas é que irão lavar a sujeira deixada nas ruas!

Que venham o Rei e a Rainha, molhadinhos, de preferência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário