PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

“O ódio matou dona Marisa”



Com esse título a site esquedavalente noticia a morte cerebral de D. Marisa. Em um trecho descreve: O falecimento da Dona Marisa mostra como o abalo psicológico tem consequências no corpo. Perseguiram, caluniaram, acusaram sem provas e até indiciaram uma mulher que era empregada doméstica aos 14 anos de idade e manteve a garra e a simplicidade no poder. O judiciário perseguidor e a mídia covarde tem sangue nas mãos por essa morte.”


Até em vida de D. Marisa a imprensa vermelha já "urubuzava" e tirava proveito político do fato. Primeiro foi Paulo Okamotto, amigo pessoal de Lula e indiciado na Lava Jato. Agora a culpa da morte da ex-primeira Dama é da imprensa e da justiça que cumpre o seu papel. E eles ainda falam de ódio.


Isso dá nojo.

Reitero também que, os mesmos imbecis, a quem comemoram a morte da ex-primeira Dama como uma forma de penalizar Lula da Silva e associar o fato a seus desmandos políticos se incluem na mesma categoria dos que hoje, associam o trauma a Lava Jato.

Nenhum comentário: