PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

segunda-feira, 17 de abril de 2017

A historinha de Ricardo Noblat



"Em dezembro de 1989, poucos dias após a eleição do presidente Fernando Collor de Melo, o deputado Ulysses Guimarães (PMDB-SP), ex-condestável do novo regime, almoçava no restaurante Piantella, em Brasília, quando entrou a cantora Fafá de Belém, amiga de Lula. 'Como vai Lula?', perguntou Ulysses. Fafá passara ao lado dele o domingo da sua derrota para Color.

E contou: 'Lula ficou muito chateado, mas começamos a beber e a comer, os meninos foram para a piscina e ele acabou relaxando'. Ulysses quis saber: 'Tem piscina na casa de Lula?' Fafá explicou: 'Tem, mas a casa é de um compadre dele, o advogado Roberto Teixeira'. Ulysses calou-se. Depois comentou com amigos: 'O mal de Lula é que ele parece gostar de viver de obséquios'. Na mosca!"

Agora sabemos que os "obséquios" não são "obséquios".

Nenhum comentário: