PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Vai cantar no céu o Bartô de Alexandria



Benedito, o Bartô Galeno de Alexandria, assumia a sua vida boêmia cantando as músicas do artista brega Potiguar Bartô Galeno para quem o aceitasse em sua mesa para um trago.

Encerrou a sua trajetória na manhã de hoje quando fora encontrado desmaiado em uma calçada. Foi conduzido ao hospital, mas, logo veio a falecer.

Lembro que em um evento público de emancipação política de Alexandria, ainda na primeira gestão do ex-prefeito Alberto Patrício, eu era o apresentador da “mais bela voz alexandriense” e conversava com Benedito, um dos inscritos. Ele estava de roupa nova, comprada por sua mãe para concorrer, claro cantando uma música de Bartô. A música a ser interpreta era Saudade de Rosa. “Eu ontem tive, tanta sorte/ a malvada da morte, andou perto de mim/ eu no meu carro dei bobeira/ e numa brincadeira quase me leva ao fim...

Essa seria a única vez que o nosso Bartô subiria num palco onde seria o astro principal. Infelizmente a emoção fez com ele bebesse uns goles a mais e, quando anunciei, insistentemente o seu nome sobre aplausos, ele estava debaixo do palco, dormindo.

Descanse em paz Bartô de Alexandria.

Nenhum comentário: