PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS PLANTÃO MÉDICO CASOS E ACASOS

Páginas

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Curtas - 24/08/2017



Um aumento e uma queda – Somando tudo, é do bolso do consumidor  que vai terminar saindo um aumento. A Petrobras anunciou, nesta sexta, 25, uma redução no preço da gasolina em 0,5% e um acréscimo do Diesel de 1,9%.

Até que enfim uma notícia boa – A Câmara rejeitou o tal “FUNDÃO” de R$ 3,5 bi para a cambada usar na próxima campanha.

O PT abriu o caminho – Lembram de como estourou a Lava Jato, a propina do roubo da Petrobras que destinava 3% ao PT, 2% ao PMDB e 1% ao PR? Pois bem, o PT para ludibriar o povo e deixar entender que eram doações de campanha, baixou decreto proibindo o financiamento e criou um tal fundo. Ele serve para financiar campanhas eleitorais à custa do povo. Queriam aprovar um fundo de R$ 3,5 bi para a próxima campanha.

Tudo como Dantes – Na terrinha, quase o mesmo marasmo de sempre. Poucas novidades. A última foi a instalação do Café Cidadão. O governador não compareceu na inauguração. Deve estar com medo de vaias.

E o Restaurante Popular? – segundo eu li, o secretário de cultura do município, Lombardi Mendes, anunciou que viria em outubro. Deveria ser o primeiro a vir para Alexandria. Foi o que anunciou o governador Robinson Faria, na última vez que esteve por aqui. O danado é que Galeno Torquato levou para São Miguel.

Desta vez não será a política – Ao que parece o Restaurante Popular em Alexandria ainda não é desta vez. Temos quatro dias para serem analisados, pela Justiça, documentações, cheque e outras “cositas más”, no caso dos fantasmas da Assembleia. Robinson pode ser afastado do cargo em breve.

Coisas de Alexandria – Alguns natalícios ficam observando quem entra e sai no Café Cidadão. Parece coisa de miserável ou de fazer vergonha em tomar um café que custa cinquenta centavos.

Se espremer sai sangue – É brincadeira os blogs de hoje. Se espremer sai sangue. Acredito que, sem exageros, 80% das notícias são de violência e corrupção. O pior que tudo é verdadeiramente a cara desse país. Estamos sem rumo. Estramos perdidos em um vespeiro infernal.

Talvez eu siga a risca – Não votar em quem está no poder e não eleger quem já esteve no poder. Parece que a regra é fazer uma limpeza geral.

Salvando a própria pele – Os políticos estão maquinando a tarde e à noite para salvarem suas próprias peles. Disso não somos inocentes, no final quem paga o pato somos nós. Pregar um grande susto neles não seria uma má ideia. Pior do que tá, não fica. E se ficar, a gente assume.

A coisa tá feia – Janot pediu até o folha de ponto do assessor de José Agripino. Nas inserções do DEM, na TV, ele disse que o partido está crescendo e ele foi eleito para atender a todos (principalmente os mais chegados).

Tapa buracos –Hoje ao passar pela rua que liga o centro a Av. Patrício Neto, vi que estavam fazendo tapa-buracos no asfalto. Já tá precisando. Principalmente no trecho do Bairro do Cascalho.

Não sei quem é o autor dessa frase: - “A polícia é o que nos separa do céu e o inferno. Sem ela estaremos no inferno”. Essa nossa imprensa é uma “obra”. Queria entender como essa gente defende tanto bandido. Principalmente a “esquerdopata.” Quando um bandido comete um crime, mesmo com fotos e vídeos para comprovar, ele é um suspeito. Quando é a polícia, não existe suspeita.

Atraso – Enquanto na terrinha se discute a permanência de um Núcleo da UERN, que já morreu e esqueceu de cair, nos bastidores se discute é a privatização da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte. Dizem alguns que: “Ou o governador privatiza a UERN ou ela quebra o governo.” Por lá existem professores que recebem salários de até R$ 40 mil.

Movida a lenha – De mal a pior.  Assim é o sinal da GNET em Alexandria. Você paga por uma internet veloz, e recebe uma movida a lenha.

Nenhum comentário: