PÁGINA INICIAL RÁDIO VIP VIP TV ARTIGOS CANAIS YOUTUBE CASOS E ACASOS

Páginas

21 de novembro. Hoje É: Dia da Homeopatia, das Saudações, Mundial da Televisão

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Por que os planos de saude mandam e desmandam?



A nota foi publicada na coluna do Diário do Poder e mostra que o eleitor deve, principalmente, começar a corrigir os erros do passado em 2018. 

Os planos de saúde se prepararam para aprovar o projeto da nova Lei dos Planos de Saúde: na campanha de 2014, distribuíram quase R$55 milhões (exatos 54,9 milhões) para financiar nada menos do que 131 candidatos, dos quais 60 foram eleitos e se encontram no exercício dos seus mandatos. A “bancada dos planos de saúde” na Câmara soma 29 deputados. As empresas também ajudaram a eleger três senadores.

Os planos de saúde estavam mal intencionados em 2014: “investiram” em políticos 263% a mais que os R$15,1 milhões da eleição de 2010.

A partir da Câmara eleita em 2014, as empresas articularam o projeto da nova lei dos planos de saúde, o mais duro ataque aos segurados.

Quarenta planos de saúde se juntaram para “investir” R$54,9 milhões na campanha política, bem menos que a soma de doações dos bancos.

Além de Dilma Rousseff (PT), que recebeu R$11 milhões, os planos de saúde elegeram também três governadores e 29 deputados estaduais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário